Lotes empresariais x lotes residenciais: o que considerar na hora da escolha

Investir em lotes é uma opção extremamente vantajosa e já trouxemos importantes questões para te ajudar na decisão aqui no blog, avaliando diferentes investimentos e explicando quais as diferenças entre terreno e lote. Agora, nossa intenção é te apresentar quais informações devem ser consideradas na hora de escolher entre áreas comerciais ou residenciais, considerando seu perfil de investimento.

Para escolher um lote, independentemente da finalidade de seu uso, é necessário levar em consideração sempre a localização, a infraestrutura, o potencial de desenvolvimento da região e a idoneidade da empresa responsável pela obra. Esses critérios não se alteram em ambas categorias.

Comercial

Os empreendimentos comerciais têm potencial muito grande de valorização, principalmente se estão em áreas bem localizadas, com perspectiva de desenvolvimento. É importante analisar o mercado e perceber quais as tendências e os movimentos da planta urbana nesse sentido.

Lotes em ruas ou avenidas com maior concentração de fluxo, próximos à bairros planejados ou condomínios – verticais ou horizontais -, são boas opções. Para investidores que vão construir, é importante ter em mente qual será a destinação do local, devem ser analisados qual o perfil da área (comercial, industrial etc.), ter em mente que tipo de prédio será construído (escritórios, galeria de lojas, sala de comércio único etc.) e o tamanho do lote precisa ser compatível com o projeto a que se destina.

Para pontos de comércio, é necessário verificar o entorno com cuidado. Além do fluxo de pessoas e veículos, é indicado verificar a disponibilidade de espaço para estacionamento, posição do lote na quadra, lombadas, semáforos e rotatórias. Isso tudo atrai a atenção de quem vai comprar ou alugar seu imóvel depois de pronto. Antes de fechar negócio, é importante ficar atento a média de valor dos alugueis e vendas de imóveis comerciais na área, para ter certeza de que está dentro da expectativa que você projeta.

Residencial

O investidor que escolhe áreas residenciais para empregar seu dinheiro precisa usar os mesmos critérios que teria ao escolher um lote para construir sua casa, guardadas as proporções. Apontamos alguns fatores que podem ajudar no momento da escolha, principalmente para quem pretende construir antes de realizar a venda:

– Legislação: cada área possui regras diferentes. É necessário considerá-las. Entre elas estão a taxa de ocupação, recuos laterais e frontais, coeficiente de aproveitamento e altura máxima.

– Topografia: quanto maior for o desnível da área, maior será o custo com a movimentação de terra.

– Tipo de solo: áreas arenosas ou com muitas pedras podem ter custos mais elevados na hora da construção.

– Orientação solar: é preciso considerar a incidência do sol. Terrenos voltados para o sul não recebem incidência direta e podem ter mais atratividade.

– Infraestrutura: asfalto, coleta de lixo, iluminação das ruas, rede de água e esgoto, energia elétrica, gás encanado e telefonia e internet.

Um lote residencial é como uma folha em branco, onde todos os sonhos podem ser materializados. Por isso, o investidor também deve ter em mente o projeto que desenvolverá e o perfil do público para qual ele se destina. Considerar o investimento total e compará-lo com o valor médio dos imóveis vendidos no entorno.