IoT (Internet das Coisas) na Construção Civil

A transformação digital está revolucionando o mundo, e com o setor da construção não é diferente. Adequar-se a ela é a melhor forma de se posicionar frente à concorrência com um serviço moderno e de ponta.

A Internet das Coisas (que deriva do inglês Internet of Things — IoT) serve para denominar uma série de dispositivos eletrônicos conectados entre si, via internet.

Basicamente, é a utilização de aparelhos que ficam integrados a rede e que tem como objetivo relatar, alterar, modificar e monitorar o ambiente.

Na área de Construção Civil, torna o trabalho dos usuários e construtores mais fácil, permitindo manter relatórios e monitoramentos constantes de diferentes itens, o que acaba transformando drasticamente a experiência nas obras, graças a sua vasta possibilidade de aplicação para coleta de dados e troca de informações em nuvem. 

Conheça alguns dos benefícios gerados por essas soluções:

Automatização do maquinário: através da IoT é possível programar seus equipamentos para que eles monitorem o próprio uso de energia. Por meio de sensores, cada aparelho identifica quando deve ocorrer o acionamento/desligamento das luzes e máquinas.

Smart grid da planta industrial: a IoT torna mais fácil que uma edificação seja mantida segura tanto durante quanto depois da construção. Uma forma de fazer isso é por usar smart grids, que são sensores embutidos em pilhas de cimento de concreto, que monitoram a carga sobre a planta, bem como o efeito das mudanças climáticas e da passagem do tempo sobre os materiais usados. 

Maior segurança: a IoT também gera segurança ao canteiro de obras, especialmente com a aplicação da tecnologia em dispositivos “vestíveis”. Uma possibilidade de aplicação são EPI’s capazes de transmitir dados e informações sobre o estado e as atividades do colaborador, medindo sinais vitais, enviando alertas em situações de perigo e até mesmo controlando a temperatura corporal.

Melhor administração de recursos: entregas erradas numa obra geram muita dor de cabeça. Com beacons de localização, é possível rastrear máquinas e peças importantes, e resolver rapidamente qualquer problema que surja.

O monitoramento do maquinário pode também ocorrer por meio de sensores IoT, que são capazes de gerar economia de recursos em manutenções preventivas ao detectarem a necessidade de reparos com antecedência.