Como tem sido a experiência do Home Office.

Antes de 2020, mal poderíamos imaginar que boa parte da população mundial adotaria o regime de home office. Apesar de este ser um modelo de trabalho que vem sendo difundido nos últimos anos, principalmente para freelancers, ele avançou em nossa sociedade como nunca havíamos visto antes e, para a maioria, essa foi a primeira oportunidade de conhecer uma nova forma de trabalho.

Como tem sido o Home Office da CS

Falando da experiência na Construtora Stéfani, a maioria dos nossos colaboradores nunca havia trabalhado em home office e, quando foi preciso, a empresa adotou estratégias, juntou forças e fez acontecer! E o resultado tem surpreendido a todos. Muitos funcionários conseguiram aumentar a produtividade trabalhando de casa, pois o ambiente mais confortável permite maior liberdade, maior autogestão e consecutivamente maior produtividade para alguns tipos de trabalho. E isso foi algo observado mundialmente, uma verdadeira tendência, da qual muitas pessoas se adaptaram.

É certo que existe um processo para essa adaptação, e para alguns o começo foi mais difícil, mas com o tempo as pessoas puderam se organizar para aproveitar o melhor dessa nova jornada. Quando conversamos entre nós, podemos entender melhor todo esse processo e descobrir ferramentas e métodos maravilhosos para nos guiar no dia a dia, como o uso de plataformas de gestão online, como o Trello, reuniões interativas com o Google Meet ou Zoom e outras que, antes já eram conhecidas, mas não faziam parte da rotina como agora.

Além disso, não deixamos essa situação nos afastar de nossos valores. Temos orgulho de como nossa equipe tem lidado com o home office. Temos reuniões gerais, além de grupos com todos os colaboradores em redes de comunicação e estamos sempre unidos para sermos melhor do que ontem e aprender com todas as dificuldades. Agora, mais do que nunca, o suporte se faz essencial.

Maior produtividade ou maior distração? Pontos positivos e negativos.

Há ainda quem confirme que conseguiu se organizar melhor remotamente e realizar atividades que requerem mais concentração e esforço com melhor desempenho do que presencialmente. Por outro lado, há quem sente que no home office a produtividade caiu um pouco com relação ao trabalho presencial, pois em casa há mais distrações, além das questões vinculadas à ergonomia (mesa, cadeira e ar-condicionado) que acabam atrapalhando um pouco.

Outras dificuldades relatadas tangem a questão do isolamento e a perda da convivência com os colegas de trabalho, afinal, nossa equipe está acostumada a ter sempre uns aos outros por perto. Mas é de comum acordo que o home office traz um conforto em tempos de pandemia, para se proteger e proteger as pessoas de nosso convívio da contaminação do vírus.

Com certeza são duas faces de uma moeda que se tornou valiosa nos últimos tempos, no geral, a maioria dos colaboradores declarou se surpreender positivamente com a produtividade e o autodesenvolvimento exercidos no trabalho remoto. Mesmo aqueles que preferem o trabalho presencial, o relato de pontos positivos no trabalho remoto é unânime e inquestionável. E você, teve alguma experiência com o home office? Conte para nós deixando uma mensagem nos comentários!