A convivência nos bairros: práticas para manter boa vizinhança

Morar em um bairro planejado não é só questão de residir, mas de pertencer a essa comunidade que se constrói junto com a sua estrutura. É o sentimento de pertencimento na comunidade e a consciência de cuidar dos espaços comuns, para que todos tenham a mesma boa experiência. Pois, uma das principais vantagens em se morar em um bairro com planejamento, com certeza é a incrível possibilidade de troca de experiências nas áreas comuns e externas.

Caminhar, passear com os pets e cumprimentar os vizinhos, jogar futebol ou fazer um piquenique relaxando entre as árvores, são muitas as possibilidades para socializar harmoniosamente e com a segurança ao ar livre, principalmente em um momento como o atual, em que precisamos ficar o máximo de tempo em nossas casas.

Para cultivar essa atitude, existem alguns hábitos diários que ajudarão muito a convivência. Por isso, selecionamos algumas dicas para incentivar a boa vizinhança.

1. Respeite as regras do bairro / município

Nos bairros com associação de moradores, é comum ter regras feitas internamente e aprovadas em assembleia. É importante procurar conhecê-las e praticá-las para garantir a boa convivência e a funcionalidade do bairro.

Caso o bairro não possua regras internas, é interessante cumprir as leis do município, como por exemplo, a lei do silêncio com vigência nacional, que proíbe o barulho em um período específico de tempo para dias normais e feriados. Outras regras englobam hábitos diários, como coleta de lixo, ou podem tratar sobre a convivência e uso das áreas comuns.

2. Conheça e conviva com os vizinhos 

Conhecer os vizinhos é sempre uma ótima oportunidade, assuntos comuns, dúvidas, amizades ou simplesmente alguém para contar são motivos que devem ser lembrados para buscar construir uma boa convivência no bairro.

Seja aberto ao diálogo, participe da sua comunidade, interaja em assembleias e conheça os vizinhos. Esses contatos se tornam muito mais agradáveis e questões podem ser solucionadas de forma mais rápida.

3. Cuidados com crianças 

É preciso ter muita atenção nos pequenos. Eles costumam amar as áreas em comum, playgrounds e áreas externas. Assim, é interessante que as crianças pequenas estejam acompanhadas de um responsável e respeitem as instruções daquela área, para evitar problemas de segurança e de convivência.

4. Cuidados com animais de estimação 

É importante garantir que o seu animal de estimação conviva em harmonia com os vizinhos e o bairro. Para isso, existem alguns cuidados a serem tomados: sempre usar a coleira ao levá-lo para passear, andar pela guia e limpar as sujeiras feitas pelo PET. Evite também deixar o animal muito tempo sozinho. A falta de cuidados com os animais pode causar problemas e até a perturbação do sono, prevista na lei do silêncio.

5. Cuidados no trânsito

Em um ambiente com tanta interação é preciso cuidado redobrado no trânsito. Os motoristas devem respeitar o limite de velocidade e ficar sempre atento às crianças. Não buzinar à noite e ter cuidado ao manobrar o carro também são algumas atitudes básicas de convivência e prudência com o próximo.

Respeitando essas práticas de convivência, a experiência no bairro será muito boa e permitirá uma vida mais tranquila e saudável, principal motivo pelo qual muitas pessoas optam por esse modelo de moradia, pois ele proporciona muito mais qualidade de vida, lazer e estrutura para toda a família.

Conheça os nossos bairros, todos planejados esperando você e sua família!